Abordagem

Entendemos que a criação de valor nas empresas investidas vai além do econômico. Buscamos deixar um impacto positivo em todas nossas operações, através da adoção dos Princípios para Investimentos Responsáveis.

Em 2013, iniciamos a integração das questões ambientais, sociais e de governança ao processo de investimento ao desenvolver a primeira versão do Manual de Sistema de Gestão Ambiental, Social e de Governança (ESGMS).

Utilizamos uma estratégia dinâmica, capaz de acomodar melhorias e mudanças, para a mitigação e monitoramento de impactos ESG.

Relatório de Sustentabilidade

ESG no processo de investimento

Originação

Excluir projetos de investimento listados nas Listas de Exclusão do IFC e IDBG. Verificar o nível de risco e os riscos específicos do setor investido.

Screening

Aplicação da Ferramenta de Categorização de Risco (FMO) para avaliar os riscos ESG e o nível de governança da empresa alvo.

Desenvolvimento

Definir as cláusulas como critério mínimo para cobrir os aspectos ESG da oportunidade de investimento.

Due Diligence

Capítulo específico e possível envolvimento de assessores especializados na apuração dos tópicos ESG. Comparação com requisitos mínimos e decisão go/no-go.

Execução

Cláusulas contratuais específicas nos documentos finais, incluindo metas (KPI’s) a serem acompanhadas na estrutura de governança.

Monitoramento

Verificação periódica dos KPI’s, direcionando a evolução.

Desenvolvimento

Transparência em relação aos principais eventos ESG e evolução das metas para viabilizar a continuidade da gestão ESG.